sexta-feira, 23 de junho de 2017

Registros da abertura em 22 de junho

Na noite de 22 de junho foi realizada nos Anexos 1 e 2 do Museu de Arte de Joinville a abertura das exposições MÁQUINAS DO ABISMO e JOGO DO MICO com a presença dos artistas Rogério Negrão e Cyntia Werner. 

Durante a abertura, houve uma apresentação musical do grupo DUBADULAQUE.

Máquinas do Abismo fica aberta para visitação até o dia 31 de julho e Jogo do Mico até dia 13 de agosto.











quarta-feira, 21 de junho de 2017

Cyntia Werner e Rogério Negrão no MAJ

 
Nesta quinta-feira (22), às 19:30 horas, duas exposições estreiam no Museu de Arte de Joinville – MAJ: Máquinas do Abismo, do artista visual, Rogério Negrão; e Jogo do Mico, da também artista visual, Cynthia Werner. Ambos os projetos têm apoio da Prefeitura de Joinville, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – Simdec. 
 
Composta por colagens, digitais impressas, videoarte, instalação sonora e instalação de objetos, Máquinas do Abismo foi concebida em torno da construção de máquinas imaginárias, descritas a partir de desenhos e patentes do início da Revolução Industrial. 
 
De acordo com seu autor, Rogério Negrão, a criação de produtos industriais, o consumo de massa, as marcas como imagens mentais e símbolos de identidade, a artificialidade, a propriedade intelectual, a evolução tecnológica, e as implicações nas relações humanas, são questões retratadas na arte contemporânea e também exploradas em outras experimentações de sua produção. 
 
Em Jogo do Mico, 32 montagens feitas a partir de aquarelas com imagens de animais, referenciam o jogo de cartas que foi muito popular nos anos de 1980 e que é nome-título da mostra. 
 
Além de resgatar a brincadeira, a exposição terá interatividade. De acordo com a autora Cynthia Werner, cada uma das pinturas do animal inteiro é dividida em três partes proporcionais, separando cabeça, tronco e membros superiores e inferiores. Durante a mostra, as peças serão separadas, embaralhadas e reagrupadas, compondo novas criaturas. 
 
“A montagem do trabalho permitirá que as figuras possam ser alteradas durante o período de exposição, criando novos seres através de diferentes combinações de partes, uma vez que cada montagem é o resultado de uma análise combinatória com 32 opções para cada uma das partes da pintura, resultando em 32.268 possibilidades de imagens”, explica a artista. 
 
As mostras Máquinas do Abismo e Jogo do Mico permanecem em exposição até os dias 30 de julho e 13 de agosto, respectivamente, nos anexos 1 e 2 da Cidadela Cultural Antarctica (Rua XV de Novembro, 1383 – América). O espaço é aberto ao público de terça-feira a domingo, das 10 às 16 horas. A entrada é gratuita. 
 
Os artistas
 
Nascido em Tejupá (SP), Rogério Negrão, vive e trabalha em Joinville. É designer industrial e desenvolve trabalhos em fotografia, desenho digital, vídeoarte, vídeo instalação e instalação sonora. Já participou de exposições coletivas e expôs individualmente, em Joinville. 
 
A joinvilense Cynthia Werner é jornalista, artista plástica e mestranda em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) Cyntia Werner é natural de Joinville. Já participou de diversas exposições, entre elas 44a Coletiva de Artistas de Joinville (2015), 10o Salão Elke Hering Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuais, em Blumenau (2012); e foi premiada no 43o Salão de Artes de Piracicaba (2011) e na 1a Mostra de Artes Visuais de Paranaguá (2009).
 

  
Graziella Marques Bilá
Jornalista
Secretaria de Comunicação PMJ
(47) 3431-3453 / 98496-9802
www.joinville.sc.gov.br

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Abertura SCHWANKE Circuito Expositivo

No dia 27 de maio foi realizada no Museu de Arte de Joinville a abertura da exposição SCHWANKE Circuito Expositivo com a presença da curadora Rosângela Cherem e co-curadores Franzoi e Carolina Ramos.

O circuito acontece simultaneamente em três locais de Joinville: no MAJ, no Instituto Internacional Juarez Machado e na ACIJ.












terça-feira, 30 de maio de 2017

Projeto REVERBERA - Edição no MAJ




O Projeto Reverbera - O Som do Cantautor é de autoria de Ricardo Ledoux e tem o apoio do Simdec - Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultural. Neste ano serão 06 edições do projeto que tem o intuito de produzir e difundir o trabalho de composição de cantautores que criam letra e música, que fazem a fusão entre palavra, poesia e música, e tem como objetivo criar um público atento também aos processos criativos dos artistas proporcionando uma ponte entre "ideia, método, processo criativo e produto final" neste caso, a protogonista da história é sempre a canção e o seu compositor. 

Descortinar a cena de música autoral local e do estado buscando a troca de experiências entre compositores, poetas, escritores, professores e curiosos que vivem em Joinville e região, por meio de workshops experimentais envolvendo práticas de composição dos artistas participantes. No intuito de perceber a cultura das cidades e de nosso estado através da sensibilidade dos cantautores.

Link do vídeo convite feito no MAJ https://www.youtube.com/watch?v=GvO8sS296Vg 

Divulgação SCHWANKE Circuito Expositivo


Matéria veiculada no Jornal do Almoço do dia 29 de maio, sobre a exposição SCHWANKE Circuito Expositivo aberta no MAJ.


A exposição estará aberta para visitação até o dia 20 de agosto.


15ª Semana Nacional de Museus - Encerramento

No dia 20 de maio foi realizado o encerramento da 15ª Semana Nacional de Museus no Museu de Arte de Joinville com a realização de uma oficina de modelagem em argila ministrada pela parceira do projeto Kátia Baeta e com a presença de Ana Lucia Faleiro de Oliveira, ambas participantes da exposição Revoadas de Outono, Conversas no Jardim.

Os participantes eram famílias, crianças, jovens e adolescentes provenientes de vários bairros de Joinville (Vila Nova, Costa e Silva, América, Boa Vista, Centro, Santa Catarina, Paranaguamirim, Aventureiro).

Mesmo com a chuva, a manhã foi muito agradável com a participação de todos e ao final da oficina, cada participante escolheu uma peça que integrou a exposição no jardim e levou para casa.





  







sexta-feira, 26 de maio de 2017

SCHWANKE Circuito Expositivo

Museu de Arte de Joinville recebe exposição SCHWANKE Circuito Expositivo

Neste sábado (27/05/2017), o Museu de Arte de Joinville – MAJ estreia a exposição “Schwanke – Circuito Expositivo”. A iniciativa tem a participação Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo.
A mostra é inédita em Joinville e conta com cerca de 40 peças que retratam a obra híbrida do artista, com trabalhos que transitam em diversas linguagens. A exposição vai apresentar desenhos, pinturas, esculturas, colagens e instalações, que estarão distribuídas nos ambientes internos e no jardim do MAJ.
Simultaneamente à exposição no MAJ, o Instituto Internacional Juarez Machado (Rua Lages, 994, América) e a Associação Empresarial de Joinville – ACIJ (Rua Aluísio Pires Condeixa, 2550, Saguaçu), também recebem exposições do “Schwanke – Circuito Expositivo”.
Em cada espaço, será possível conhecer uma formulação conceitual diferente do artista. A curadoria do Schwanke – Circuito Expositivo é da professora do curso de Artes Visuais, da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Rosângela Cherem, acompanhada pela co-curadoria do artista plástico Carlos Franzoi e da arte-educadora, Carolina Ramos.
As exposições no MAJ e no Instituto Juarez Machado seguirão até 20 de agosto. Na ACIJ, as obras estarão expostas de 29 de maio a 18 de agosto. Nos três locais,a visitação pública começará no dia seguinte à abertura. No total as instalações formam o conjunto de 204 obras do artista.

O artista

O artista joinvilense Luiz Henrique Schwanke, nasceu dia 15 de junho de 1951 e faleceu em 27 de maio de 1992. Desde criança demonstrou interesse pelas artes visuais e pelo teatro. Sua carreira começou em meados dos anos 70, enquanto estudava Comunicação Social na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Sua produção resultou em cerca de cinco mil peças entre desenhos, pinturas, instalações, esculturas e projetos.
Realizou exposições individuais e participou de coletivas, obtendo dezenas de prêmios nacionais e deixando obras em locais como Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Museu de Arte do Rio (MAR-RJ) e Museu Oscar Niemeyer (MON-PR), bem como em acervos particulares.
Publicada em 25/05/2017 às 14:40, por Diego Piffer Rosa.
Relacionado a: Secretaria de Cultura e Turismo - SECULT
https://www.joinville.sc.gov.br/noticias/museu-de-arte-de-joinville-recebe-exposicao-de-schwanke/

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Oficina de modelagem - 20 de maio



Segue até dia 20 de maio, a programação do Museu de Arte de Joinville para a 15º Semana Nacional de Museus com a exposição "Revoadas de outono, conversas no jardim: expressões do barro no quintal do MAJ"

No sábado (20), será realizada às 10h no MAJ uma oficina de modelagem em argila com a parceira do projeto, a artista Katia Baeta.

Serão disponibilizadas 15 vagas abertas para interessados a partir dos 12 anos. Não é necessário ter conhecimentos anteriores sobre o assunto.

A oficina é gratuita e as inscrições devem ser feitas pelos telefones 3433-4677 ou 3433-4754.

O endereço do MAJ é rua XV de Novembro, 1400, Bairro América, Joinville.





Dia Internacional dos Museus

18 de maio

Dia Internacional de Museus

Foto: Jacson Zanco / Secom

"Os museus são casas que guardam e apresentam sonhos, sentimentos, pensamentos e intuições que ganham corpo através de imagens, cores, sons e formas. Os museus são pontes, portas e janelas que ligam e desligam mundos, tempos, culturas e pessoas diferentes." 

Instituto Brasileiro de Museus


Exposição Revoadas de Outono no MAJ

O Museu de Arte de Joinville (MAJ) abriu no 13 de maio a intervenção “Revoadas de outono, conversas no jardim: expressões do barro no quintal do MAJ”, com a participação das artistas: 
Ana Lúcia Faleiro de Oliveira,
Eliane Day,
Gema Monti Souza,
Gisele Borges Hamke,
Gleici Kannenberg,
Heloisa Steffen,
Juliana Bertoletto,
Katia Baeta (Organizadora)
Sara Elisa,
Solange Simas.

As ceramistas autoras das obras realizaram uma conversa com o público presente onde cada uma falou de sua relação com a cerâmica e processo criativo.
Na data também ocorreu a apresentação do espetáculo teatral Amor por Anexins da Companhia Dionisos Teatro.




















terça-feira, 9 de maio de 2017

Exposição - 15ª Semana Nacional de Museus



Revoadas de outono, conversas no jardim:
expressões do barro no quintal do MAJ

Proposta para abertura da 15ª Semana Nacional do Museus em Joinville: uma “Intervenção artística de pássaros, flores, folhas e borboletas". Fazendo assim um paralelo com o tema - “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”.

Por que Cerâmica?

A cerâmica é um complexo processo que envolve os quatro elementos (fogo, terra, ar e
água) e abrange desde a extração da matéria prima, a modelagem, até as formulações de
esmaltes para altas temperaturas. Em Joinville são muitos os ceramistas de grande
criatividade e expressão artística que precisam desses acontecimentos para mostrar sua
obra. Oportunidades para o diálogo com a cidade, intervenções urbanas e o encontro com
o público. Um grande encontro das diversas correntes, dos diversos olhares, dos diversos
fazeres; expondo sua arte e reencontrando os seus amigos ceramistas.

Como cita o texto do edital da 15ª semana de Museus:

"As histórias são construídas nas relações de poder e possuem múltiplas identidades,
sendo passíveis de controversas e de diferentes versões”. Partindo dessa premissa, o
Instituto Brasileiro de Museus convida todas as instituições museológicas a uma reflexão
sobre qual a história que nossos museus estão contando. Como colaborar para a
construção ou para o questionamento das versões oficiais dos grupos dominantes? Quais
outras histórias precisam ser lembradas? Como trabalhar na expografia o confronto entre
lembranças e esquecimentos? Ao abordar a temática flores, pássaros, borboletas,
tentamos responder a esses questionamentos com a expressão da liberdade, do voo, do
quintal, do jardim. Ao ar livre, fora das paredes, fora das amarras, tentamos voar. A arte é
livre. Revoadas de Outono.
                                                                                                              Katia Baeta


Ceramistas voadoras:

Ana Lúcia Faleiro de Oliveira, Eliane Day, Gema Monti Souza, Gisele Borges Hamke, Gleici Kannenberg, Heloisa Steffen, Juliana Bertoletto, Katia Baeta (Organizadora), Sara Elisa, Solange Simas.

Apresentação Teatral no MAJ


Foto: Amor por anexins - Eneas Lopes


segunda-feira, 3 de abril de 2017

Kombi El Clandestino no MAJ

No último domingo dia 02 de abril no estacionamento do MAJ, foi apresentado ao público o novo formato da Galeria El Clandestino em uma Kombi adaptada para formato de galeria itinerante, que seguirá durante a semana para uma feira de arte na cidade de São Paulo.


Foto: Equipe El Clandestino


Mais informações no site El Clandestino | Galeria Virtual


Visitas ao MAJ em Março

Durante o mês de março, o Museu de Arte de Joinville recebeu a visitação da comunidade, turistas de vários locais do estado e do país. 

Além disso, visitaram as exposições abertas no museus diversos grupos: Acadêmicos do curso de Pedagogia do Instituto de Ensino Superior Santo Antonio - INESA com a professora Iandra Pavanati; professoras de escolas rurais de Joinville por meio de uma formação da Secretaria de Educação; estudantes das Escolas Municipais Aluisio Senem (bairro Espinheiros), Alire Carneiro (bairro Pirabeiraba), Madalena Mazoli (também do bairro Pirabeiraba) acompanhadas pela professora Marilise Matsumoto  e a Escola Municipal Edgar Monteiro Castanheira (bairro Fátima), acompanhada pela professora Analandi Pereira e orientadora Daniela da Silva.

Tivemos também a presença de Fernanda Ortiz Machado, autora do livro Dois Olhares sobre Joinville e do projeto da exposição homônima que está aberta para visitação no MAJ até o dia 30 de abril.








Fotos: Arquivo MAJ